INDICAÇÕES DA ULTRASSONOGRAFIA

O ultrassom é uma modalidade de exame complementar segura, não invasiva, de baixo custo e fácil acesso, usada para avaliar os órgãos internos e outras estruturas do corpo, e também para guiar a coleta de líquidos cavitários (pleural, pericárdico e peritoneal), citologias e biópsias. Para um melhor direcionamento do estudo, é apropriado que a requisição do exame venha acompanhada de dados importantes de anamnese, sintomas e suspeita clínica.

 

ULTRASSONOGRAFIA ABDOMINAL:

  • Distenção abdominal (sendo que na percussão não tenha som timpânico);

  • Presença de massa abdominal; 

  • Organomegalia e sensibilidade dolorosa à palpação; 

  • Pesquisa de metástase;

  • Emagrecimento progressivo;

  • Suspeita de distúrbios vasculares, principalmente hepáticos; 

  • Traumas abdominais;

  • Febre e anemia de origem desconhecida;

  • Anorexia;

  • Gastrinterite;

  • Suspeita de corpo estranho e/ou processo intestinal obstrutivo (lembrando que para complementar o diagnóstico, muitas vezes é preciso associar o exame radiográfico);

  • Avaliar linfonodos, adrenais, pâncreas;

  • Hematúria/disúria; 

  • Identificar cálculos radiotransparentes ao exame radiográfico nos rins, ureteres, uretra prostática e peniana;

  • Secreção vaginal;

  • Cios frequentes;

  • Diagnóstico gestacional (com idade gestacional maior ou igual a 25dias);

  • Monitoramento do desenvolvimento fetal (lembrando que a contagem fetal não é precisa); 

  • Presença de efusão peritoneal ou torácica; 

  • Guiar a drenagem de efusão peritoneal, torácica ou pericárdica;

  • Guiar citologia e biópsia.

 

OBS.: Para realizar o exame ultrassonográfico abdominal adequado é preciso que o animal faça um preparo prévio com:

  • Jejum alimentar de pelo menos 8 horas (lembrando que animais diabéticos podem ingerir somente alimentos pastosos);

  • Água a vontade;

  • Evitar que o animal urine por pelo menos 1hora antes do exame.

 

ULTRASSONOGRAFIA DO ENCÉFALO:

As principais indicações são: suspeita de ventriculomegalia, pesquisa de massas/cistos, lesões infecciosas e doenças congênitas associadas à herniação cerebelar. 

Observações: o exame é indicado para pacientes pediátricos, animais com até 5 kg ou animais cujas fontanelas permanecem abertas, servindo como janela acústica. Em animais adultos sua utilização é restrita aos campos proximais às janelas acústicas e em pacientes com calotas cranianas pouco espessas. Em alguns casos é necessária a associação da tomografia computadorizada ou da ressonância magnética para avaliação de todo o encéfalo.  

 

ULTRASSONOGRAFIA MUSCULOESQUELETICA:

As principais indicações são: tendinoses, lesões musculares, lesão ligamentar, meniscopatias, osteocondrose/osteocondrite, efusões intra-articulares, na suspeita de neoplasias/lesões infecciosas em partes moles. O método é utilizado principalmente nas articulações escapuloumerais e femorotibiopatelares.

 

ULTRASSONOGRAFIA CERVICAL:

As principais indicações são: avaliação das glândulas salivares, tireoide e paratireoide, avaliação de vasos e linfonodos, avaliação de aumentos de volume em tecidos moles e suspeita de neoplasias.

 

ULTRASSONOGRAFIA OCULAR:

As principais indicações são: para avaliação da córnea, câmara anterior, cristalino, vítreo e retina, suspeita de neoplasias intraoculares e doença retrobulbar.

 

Nematoda em segmento de alça intestinal de um filhote de cão.

Corte transversal da cabeça e do tórax de um feto de cão.

Mucocele na vesícula biliar de um cão com endocrinopatia.

​​​ScanVet  2018| Todos os direitos reservados